Chaves  
  Chapolin  
  Clube do Chaves  
   
  Chaves  
  Chapolin  
  Clube do Chaves  
   
  Vídeos  
  Músicas  
  Entrevistas  
  Letras de Músicas  
  Gifs  
  Programas  
  Quadrinhos CH  
  Games  
   
  Tangamandapio  
  Dubladores CH  
  Guia de Episódios
  Personagens  
  Acontecimentos  
  Os Atores  
   
  Tenha seu Acervo CH  
  Conversão MPGE  
   
  Fórum CH RPG  
  Chespirito TV  
   
  Chaves  
  Morte de Vilela  
  Aventuras em Marte  
   
  Panorama Pela Vila  
  Messenger  
  Montagens  
  Boatos CH  
  Mapas CH  
   
  Equipe  
  Divulgue-nos  
  No Orkut  
  Fale Conosco  
   
  Chaves RPG  
  Fórum Unico Chespirito  
  HostBarato  
  MU News  
  CH Fusion  
  Poesia e CIA  
  Letras do Portal Midis  
  El Chavo Brasil  
     
     
     
     

 

El Chavo del ocho

Chaves é um garoto pobre de oito anos de idade que vive numa vila humilde em alguma cidade  do México. O garoto órfão chega na vila aos quatro anos de idade, onde conhece uma gentil senhora na qual lhe pega para criar: a gentil senhora da casa n°8. Chaves é um garoto esperto, brincalhão e muito companheiro de Quico, e Chiquinha, nas quais quando juntos, colocam a vila de cabeça para baixo! Ele, como todo menino, sonha em algum dia ser jogador de futebol. Brinca com seu bilboquê feito com uma lata de molho de tomate e toco de madeira. Ao contrário do que muitos pensam, Chaves não mora dentro de seu famoso barril. Ali é apenas o seu “esconderijo secreto” quando quer escapar de apanhar do (inesquecível) “Senhor Madruga”. Bolaños quando criou o seriado, não tinha como principal alvo, crianças, mas sim as autoridades do mundo todo, pois criara o seriado inspirado na pobreza de crianças das favelas latino-americanas, que sofriam a ainda sofrem por desigualdade social preconceito e a rejeição dos próprios países onde estão localizadas. Devido a sua pobreza, Chaves é obrigado a trabalhar desde de cedo, aos oito anos de idade, já tinha trabalhado como garçom, engraxate, jornaleiro e vendedor de sucos, varredor do pátio da vila e de apanhar garrafas.  Com seu jeito meigo, carinhoso e brincalhão, Chaves “sem querer querendo”, cativou todos os países nas quais já foram exibido. E continua até hoje, a nos roubar boas gargalhadas com suas “peraltices preparadas” em meio a dias tão turbulentos. Chaves continua presente em nossas vidas com suas boas velhas e inocentes brincadeiras há tanto tempo, nos arrancam fortes e boas gargalhadas.  Por mais que Chaves sofra por não ter o que comer por muitas vezes, por mais que apanhe do “Senhor Madruga”, que tenha que trabalhar desde pequeno, Chaves não perde seu jeito inocente, carinho, cativo, humilde de ser. E vendo tudo o que acontece no mundo, Chaves alimenta dentro de sí um sonho maior que o de ser jogador de futebol: O de um mundo melhor, onde não haja desigualdade social, racismo e desumanidade...

Texto por: Funflays - Direitos: Funflays, Chaves del 8 e Roberto Gómez Bolãnos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

Chaves del 8 2005 - 2007

Nedstat Basic - Free web site statistics

Personal homepage website counter